Ainda “não há lugar para eles”

Natal é um sarcasmo?
“Se o teu Reino não é deste mundo”,
que vens fazer aqui,
subversivo, desmancha-prazeres?

Para ser o Deus-connosco
tens de sê-lo na impotência,
com os pobres da Terra,
assim, pequeno, assim,
despido de toda glória,
sem mais poder que o fracasso,
sem mais lugar que a morte,
mas sabendo que o Reino
é o sonho do teu Pai,
e também é o nosso sonho.

Ainda há Natal,
na Paz da Esperança,
na vida partilhada,
na luta solidária,
Reino adentro, Reino adentro!

Apesar de todas as crises,
se podemos balouçar Deus
entre os braços de Maria e José
não há motivo para ter medo.

Deus está ao alcance
da nossa Esperança.

(Dom Pedro Casaldáliga)